Vale do Ivaí

Confusão em bar termina com três encaminhados para delegacia

A ocorrência foi na tarde de sábado em um bar na Rua Santa Catarina

Da Redação ·
54ª Delegacia Regional de Polícia Civil
fonte: Reprodução Internet
54ª Delegacia Regional de Polícia Civil

Na tarde sábado (6), a equipe de serviço da Polícia Militar (PM) foi acionada para um bar na Rua Santa Catarina, em Ivaiporã, onde segundo solicitação anônima um homem estaria agredindo uma mulher. Três envolvidos foram encaminhados para 54ª Delegacia Regional de Polícia Civil (54ª DRP).  

continua após publicidade

Conforme boletim de ocorrência, no local,  apontaram para dois homens, que receberam voz de abordagem, sendo que o 1º  acatou, mas o 2º homem desobedeceu à ordem e foi para cima dos policiais com socos e chutes, vindo a atingir o braço esquerdo da policial causando escoriações, e também xingou os policiais sendo necessário uso da força para contê-lo.  

Em contato com a mulher, ela relatou ter apanhado do 1º homem. Mas, quando foi dito que ela precisaria acompanhar a equipe até a delegacia ela relatou que não havia ocorrido nada, que os policiais “são uns desocupados e uns idiotas” e segundos depois disse ter apanhado sim, mas não tinha lesão.  

continua após publicidade

Os três envolvidos foram colocados na viatura (a mulher no banco de trás) e quando parado no semáforo ela abriu a porta da viatura e saiu correndo, porém foi alcançada e colocada de volta na viatura.

Durante todo o trajeto o 2º homem batia no camburão, xingava os policiais e ameaçou pegar os policiais na rua.  

No hospital foi realizado o teste da covid no 1º homem, porém a mulher abriu a porta da viatura e fugiu correndo. Sendo acompanhada a pé e contida.  

continua após publicidade

O 2º homem estava muito alterado, se batia na viatura e estava incontrolável, não possibilitando fazer o teste da covid, além de não querer dizer o nome. Ficando  impossível realizar o teste nos dois.  

Diante dos fatos os envolvidos foram entregues na 54ª DRP para os procedimentos de polícia judiciária.

Na delegacia, o homem continuou xingando, ameaçando os policiais e tentou tirar a algema, sendo necessário o uso de espargidor. 

continua após publicidade

A mulher que estava algemada conseguiu tirar do pulso a algema e estava se evadindo quando foi detida novamente.