Região

Ex-prefeito de Cambira, Sidney Bellini, é condenado a 12 anos de prisão por estupro de menina de 13 anos

.

O ex-prefeito de Cambira, Sidnei Bellini - Foto: Reprodução - Jornal Repórter do Vale
O ex-prefeito de Cambira, Sidnei Bellini - Foto: Reprodução - Jornal Repórter do Vale

O ex-prefeito de Cambira, Sidney Bellini, 66 anos, foi condenado recentemente em primeira instância, a 12 anos, nove meses de prisão em regime inicialmente fechado por abusar sexualmente de menores em Mandaguari.

A decisão é da Juiza Angela Karina Chirnev Pedotti Audi, da Vara Criminal do Foro Regional de Mandaguari, da Comarca da Regiao Metropolitana de Maringá (PR). Conforme informações que constam nos autos do processos, Bellini tem 12 advogados habilitados, que recorreram da  sentença.

O ex-prefeito de Cambira Sidney Bellini foi preso no dia 15 de dezembro de 2017. O político abusou de uma menina de 13 anos em um motel na cidade de Mandaguari, na noite do dia (14/12/2017) e teria pago R$ 50 a garota. Na época a equipe da Polícia Militar de Cambira em apoio à delegada Luana Lopes da Delegacia da Mulher de Apucarana, prenderam o empresário e ex-prefeito em flagrante por estupro de vulnerável.

O político já está preso há mais 330 dias, e deve cumprir pelo menos 2/5 da pena para progressão de regime de liberdade, pois o crime é qualificado como hediondo. Ele está preso em uma cela no mini presídio de Apucarana, junto com mais 25 encarcerados por esse tipo de crime.

O ex-prefeito ainda responde a outros processos similares  na Justiça e sua pena ainda pode ser aumentada.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo.
Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.