Governo de São Paulo contraria CBF e veta presença de torcida em jogos de futebol - TNOnline
cloud-sun

euro-sign Euro
dollar-sign Dólar
Tribuna do Norte Online
search
Você está em

Esportes

Governo de São Paulo contraria CBF e veta presença de torcida em jogos de futebol

user Por Da Redação
calendar clock 23/09/2020, 14:16

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira que não vai permitir a presença de torcida em jogos de futebol, seja pelo Campeonato Brasileiro da Série A ou no jogo do dia 9 de outubro entre Brasil e Bolívia, na Neo Química Arena, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Em entrevista coletiva com a presença do governador João Doria e demais autoridades da área de saúde pública, ficou confirmado que apesar da demanda da CBF para voltar a vender ingressos e ter público, nada deve mudar por causa do alto risco de contaminação da covid-19.

Segundo o coordenador do Centro de Contingência de Combate ao Coronavírus, José Osmar Medina, foi realizada uma reunião na última terça-feira para debater a proposta da CBF de reabrir os estádios com público. Entre os presentes ao encontro, foi unânime a decisão de manter a restrição como forma de prevenção ao novo coronavírus. "Não se recomenda a retomada de público em eventos associados a grandes aglomerações, como nas partidas de futebol. É uma decisão técnica", explicou Medina.

No entender do governo estadual, ainda não há segurança suficiente para permitir a presença de público. "Nesse tipo de evento tem fluxo de pessoas de diferentes regiões demográficas e muitas atividades paralelas ao redor do estádio. Vamos manter as diretrizes que discutimos com a Federação Paulista de Futebol (FPF), CBF e seguir com as partidas sem público", comentou Medina, que usou a realização de partidas sem público na Europa como um modelo de cuidado a ser seguido.

Doria afirmou que o Estado não pode ter pressa para liberar a realização de eventos. "Aqui em São Paulo não há pressão política, econômica, partidária, assim como não há do esporte", disse. "A missão do governo de São Paulo é preservar a vida de todos: jogadores, técnicos e jogadores", comentou o governador.

Pela proposta da CBF, os principais times da capital paulista mobilizariam entre 15 mil a 20 mil torcedores por partida, o que dificultaria o controle de aglomerações e o distanciamento social em ruas, estabelecimentos comerciais e espaços de alimentação em barracas de vendedores ambulantes no entorno dos estádios.

Apesar do veto à presença de público nas Eliminatórias, a CBF trabalha para em breve conseguir uma liberação para realizar partidas do Brasileirão com até 30% da capacidade dos estádios. A entidade recebeu o aval do Ministério da Saúde sobre o tema e vai se reunir com os clubes para planejar mais detalhes.

Deixe seu comentário sobre: "Governo de São Paulo contraria CBF e veta presença de torcida em jogos de futebol"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
TNTV
TNTV play-circle
Jornal da Tribuna

Confira a edição desta sexta-feira do Jornal da Tribuna

whatsapp

Receba notícias no seu WhatsApp!

Receba notícias várias vezes ao dia nos grupos do TN!

Principais matérias

COVID-19

Paraná contabiliza mais 1.333 casos e 33 óbitos pelo coronavírus

ELEIÇÕES

Candidatos a prefeito de Apucarana são sabatinados pela ACIA

ao vivo

Primeira-dama do Estado do Paraná concede entrevista ao Jornal da Tribuna; assista

REGIÃO

Secretário Beto Preto percorre Vale para diagnosticar saúde

envelope

Inscreva-se na nossa newsletter

Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!

Últimas notícias