Juros fecham em alta com IPCA-15 de outubro acima do esperado - TNOnline
cloud-sun

euro-sign Euro
dollar-sign Dólar
Tribuna do Norte Online
search
Você está em

Economia

Juros fecham em alta com IPCA-15 de outubro acima do esperado

user Por Da Redação
calendar clock 23/10/2020, 18:07

Os juros futuros completaram a terceira sessão consecutiva de alta, que nesta sexta-feira foi mais expressiva nos trechos curtos e intermediários e, com isso, a curva acabou perdendo inclinação tanto em relação a ontem quanto à sexta-feira passada. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) de outubro, acima do esperado e que provocou uma onda de revisões para cima no IPCA de 2020 e 2021, continuou sendo o principal condutor para os negócios à tarde.

Além das preocupações com o risco fiscal, a cautela com a inflação parece agora ter entrado de vez no radar dos investidores. As apostas para o Comitê de Política Monetária (Copom) na quarta-feira seguem inalteradas na manutenção da Selic em 2%, mas houve forte correção na precificação da taxa básica na curva para 2021 que é para onde está voltada a política monetária.

Se o índice de inflação não mudou a percepção para a Selic na semana que vem, pode exigir ajustes no forward guidance do Banco Central no comunicado, que até então indicava manutenção da taxa em níveis estimulativos por um bom período.

A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2022 nesta sexta abriu 20 pontos-base, o que é atípico para contratos de curto prazo. Fechou em 3,47%, de 3,275% no ajuste de quinta. A do DI para janeiro de 2023 subiu quase 30 pontos, terminando na máxima de 4,92%, de 4,655% no ajuste de quinta, e a do DI para janeiro de 2027 subiu de 7,374% para 7,47%.

A inflação medida pelo IPCA-15 dobrou de outubro para setembro, passando de 0,45% para 0,94%, acima do teto das estimativas coletadas pelo Projeções Broadcast (0,93%). Foi o maior resultado para o mês de outubro desde 1995 (1,34%).

Segundo a Tendências, a média dos núcleos saltou de 2,58% para 5,97% em termos anualizados, de setembro para outubro. Em 12 meses, a taxa acumulada é de 3,52%. Várias instituições elevaram suas projeções de inflação, como Credit Suisse, XP Investimentos e Barclays, neste e/ou no próximo ano, mas todas ainda seguem aquém das metas de 4% e 3,75%.

"Antes tínhamos o risco fiscal, mas a inflação estava controlada. Agora já temos os núcleos acelerando e a expectativa é de alguma mudança no forward guidance do BC no comunicado do Copom", disse o gerente da Mesa de Reais da CM Capital Markets, Jefferson Lima, lembrando que o dia teve ainda outro dado negativo, que foi a queda no superávit da conta corrente em setembro, a US$ 2,32 bilhões abaixo da mediana das estimativas (US$ 2,97 bilhões) e do saldo de agosto (US$ 3,721 bilhões).

Até então, a piora do quadro fiscal era tida como o maior risco para o forward guidance, inclusive com alertas do próprio presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Porém, vale lembrar que, além de condicionar a indicação futura à manutenção do atual regime fiscal, o comunicado de setembro citava que o Copom não pretendia "reduzir o grau de estímulo monetário, a menos que as expectativas de inflação, assim como as projeções de inflação de seu cenário básico, estejam suficientemente próximas da meta de inflação para o horizonte relevante de política monetária, que atualmente inclui o ano-calendário de 2021 e, em grau menor, o de 2022".

Deixe seu comentário sobre: "Juros fecham em alta com IPCA-15 de outubro acima do esperado"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
TNTV
TNTV play-circle
Jornal da Tribuna

Confira as informações desta sexta-feira no Jornal da Tribuna

whatsapp

Receba notícias no seu WhatsApp!

Receba notícias várias vezes ao dia nos grupos do TN!

Principais matérias

ATUALIZAÇÃO

Paraná registra 1.798 novas confirmações por Covid-19

PROTESTO

Sem acordo com o governo, greve de fome dos profissionais da educação chega ao 3º dia

Imagem ilustrativa
CORONAVÍRUS

Ivaiporã não registra casos da Covid-19, neste sábado (21)

PANDEMIA

Bolsonaro diz que Brasil se soma a esforços internacionais na busca de vacinas

envelope

Inscreva-se na nossa newsletter

Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!

Últimas notícias