Economia

BCE diz que política fiscal deve ser mais amigável com crescimento econômico

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O Banco Central Europeu (BCE) defendeu em documento uma política fiscal mais amigável com o crescimento econômico, lidando com os desafios verdes e digitais que exigirão significativos investimentos públicos e privados. A autoridade monetária reforçou que a união monetária e econômica segue essencial para fortalecer a resiliência da zona do euro.

continua após publicidade

De acordo com o documento, a crise do coronavírus agravou desequilíbrios macroeconômicos pré-existentes e deu origem a novos desafios estruturais.

Diante desse cenário, uma política fiscal permanente, se adequadamente projetada, pode desempenhar um papel na estabilização macroeconômica na área do euro a mais longo prazo.

continua após publicidade

"Esforços coordenados para o reforço das instituições fiscais nacionais independentes devem ser mantidos", diz o documento, que reforça que o ajuste na dívida é importante para reconstruir o espaço fiscal para a próxima desaceleração.