Cotidiano

OMS: varíola dos macacos requer esforços intensos de resposta e será reavaliada

Gabriel Bueno da Costa (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus afirmou nesta quarta-feira, 29, que a varíola dos macacos não deve ser minimizada, embora o Comitê de Emergência da entidade não tenha aconselhado que ela representa uma emergência de saúde pública de preocupação internacional, em reunião recente. Nesse contexto, ele informou que será convocada "rapidamente" nova reunião desse comitê, para reavaliar o quadro.

continua após publicidade

Segundo Ghebreyesus, os especialistas do comitê ressaltaram que a natureza emergencial do evento de saúde em torno dessa doença "requer esforços de resposta intensos".

O diretor-geral também lembrou que o próprio comitê solicitou que uma nova reunião da entidade seja convocada em breve para analisar o quadro da varíola dos macacos, que tem mudado.

continua após publicidade

A declaração foi dada durante entrevista coletiva.

Covid-19

A autoridade também falou sobre o quadro na covid-19, considerando que a pandemia "melhorou, mas não está acabada".

A OMS voltou a pedir que ocorra um avanço na vacinação pelo mundo, sobretudo nos países mais pobres, com foco inicial nos grupos de risco, como os profissionais de saúde e os mais idosos.