Cotidiano

Empregada é presa por furtar carne, sabão e inseticida

Os patrões perceberam que, na mesma semana, a empregada havia subtraído uma vasilha com diversas mercadorias, além de peças de carne.

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Empregada é presa por furtar carne, sabão e inseticida
fonte: Pixabay

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires), prendeu uma empregada doméstica por furto de alimentos e produtos de limpeza. A mulher, de 37 anos, é acusada de levar os itens da casa dos patrões.

continua após publicidade

As vítimas passaram a suspeitar da funcionária, que trabalhava havia duas semanas no local, após perceberem comportamentos estranhos e o sumiço de mercadorias, em especial gêneros alimentícios comprados dias antes.

Ao analisarem as câmeras instaladas na residência, os patrões perceberam que, na mesma semana, a empregada havia subtraído uma vasilha com diversas mercadorias, além de peças de carne.

continua após publicidade

Para disfarçar os furtos, a mulher colocava, durante a jornada de trabalho, os produtos dentro de uma sacola de mercado, ia até o banheiro e escondia tudo em sua bolsa.

Desconfiados de que ela pudesse subtrair outras mercadorias, as vítimas contataram os policiais da 38ª DP. Os investigadores, então, foram até o condomínio na Rua 1 de Vicente Pires e aguardaram a saída da empregada. Quando a mulher deixou o local, foi abordada e revistada pela equipe policial, tendo sido constatado que ela levava consigo alguns gêneros alimentícios, uma porção de sabão em pó e um inseticida.

Diante do flagrante, a mulher acabou autuada por furto qualificado pelo abuso de confiança em continuidade delitiva.

continua após publicidade

Em depoimento, ela tentou justificar o furto dizendo que passava necessidades. A empregada havia sido presa em 2012 pelo mesmo crime. Caso condenada, a pena pode superar 8 anos de prisão.

As informações são do portal Metrópoles.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News