Cotidiano

Polícia Federal da Argentina apreende busto de Hitler e relíquias do nazismo; veja vídeo

.

Agentes da Polícia Federal da Argentina (PFA) confiscaram diversos objetos históricos da época da Alemanha nazista, além de artefatos de origem asiática e egípcia em Buenos Aires, recentemente, quando deflagraram a operação denominada "Próximo Oriente".

Entre as peças apreendias estão múmias de animais, busto de Adolf Hitler, estátuas de prata, caixas com gravuras de símbolos nazistas e águias imperiais, o marca emblemática do Terceiro Reich alemão.

Conforme o chefa da Polícia Federal argentina, Nestor Roncaglia, a operação foi resultado de uma investigação destinada a "proteger e recuperar bens culturais", que eram de origem ilegal e e estavam em esconderijos na Argentina.

O ministro da Segurança, Patricia Bullrich, confirmou que alguns dos artefatos asiáticos, como os de origem chinesa, estavam na Lista Vermelha da UNESCO, um registro que classifica obras de arte ameaçadas e objetos arqueológicos provenientes de países vulneráveis. "Estamos chocados e impressionados de encontrar essa peças originais com símbolos nazistas, emblema de um período trágico da história", ressaltou Bullrich.

Três operações
A seção Crimes Culturais da PFA realizou três operações do gênero: duas dentro de um shopping center nos distritos de Vincent Lopez e uma em fazenda em San Isidro, uma cidade norte a Buenos Aires