Apucarana

Prova objetiva da GCM tem presença de 73% dos candidatos

As provas foram aplicadas em dois locais: na Faculdade de Apucarana (FAP) e no campus de Apucarana da Universidade Estadual do Paraná (Unespar)

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

A Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Estadual de Londrina (Fauel), empresa contratada pelo Município, realizou neste domingo (16/05) a prova objetiva do concurso da Guarda Civil Municipal de Apucarana (GCM). Dos 3.293 inscritos 2.420 realizaram as provas, o que garantiu um índice de comparecimento superior a 73%.

continua após publicidade

As provas foram aplicadas em dois locais: na Faculdade de Apucarana (FAP) e no campus de Apucarana da Universidade Estadual do Paraná (Unespar). De acordo com Alessandro Carletti, comandante da GCM e presidente da comissão organizadora do concurso, pelo menos oito candidatos perderam a hora e chegaram ao local quando os portões já estavam fechados.

Outra situação verificada foi a de um candidato que não se atentou ao edital e apresentou uma identidade digital para realizar a prova. Contudo, o item 8.9 do edital publicado pela Fauel e que é responsável pelo certame, adiantou que não seriam aceitos documentos digitais no concurso.

continua após publicidade

De acordo com o cronograma, ainda nesta segunda-feira (16/05) a Fauel deverá divulgar o gabarito da prova objetiva. “Depois, entre os dias 17 e 18, haverá o prazo para recurso do gabarito e, no dia 30 de maio, acontece a divulgação das notas da prova objetiva”, informa Carletti.

Carletti explica que a seleção dos candidatos consistirá em duas fases de caráter eliminatório e classificatório. A primeira terá cinco etapas, sendo a prova objetiva (já realizada no domingo), exame de suficiência física, exame de saúde e antropométrico, além de pesquisa social e avaliação psicológica e/ou adequação ao perfil profissional.

CURSO DE FORMAÇÃO – Os classificados seguirão para a segunda fase, que será o curso de formação, também de caráter eliminatório e classificatório. A previsão é de que a classificação final e definitiva dos aprovados a ingressar na GCM aconteça em janeiro de 2023 e a convocação entre março e abril.

continua após publicidade

Além de aprovação em todas as etapas, para investidura no cargo, os candidatos deverão ter Ensino Médio Completo, idade máxima de 40 anos quando da posse e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria AB já no início do curso de formação. Outra exigência é a altura mínima, sendo de 1,65 metro para homens e 1,60 metro para mulheres.

O curso de formação – de cinco meses – será realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-PR) no 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM). Os novos guardas, caso a projeção de convocação se confirme, devem começar a atuar nas ruas no segundo semestre de 2023.

VAGAS E CADASTRO DE RESERVA – O concurso público é realizado pela Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Estadual de Londrina (Fauel). São 20 vagas (mais cadastro de reserva) para Guarda Civil Municipal 3ª Classe masculino, sendo 17 para ampla concorrência, uma para pessoas com deficiência (PcD) e duas para pessoas afrodescendentes, e cinco vagas (mais cadastro de reserva) para Guarda Civil Municipal 3ª Classe feminino, sendo três para ampla concorrência, uma para PcD e uma para afrodescendente.

O salário oferecido no concurso – para uma jornada semanal de 40 horas – é de R$ 2.471,26 + R$ 741,38 a título de Adicional de Risco de Vida (ARV), totalizando remuneração inicial de R$ 3.212,64.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News