Apucarana

MDB de Apucarana incentiva participação da mulher

O Diretório Municipal do MDB de Apucarana vem desenvolvendo um trabalho no sentido de incentivar a participação da mulher na política

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia MDB de Apucarana incentiva participação da mulher
MDB de Apucarana incentiva participação da mulher

O Diretório Municipal do MDB de Apucarana, presidido pelo vereador Tiago Cordeiro de Lima, vem desenvolvendo um trabalho no sentido de incentivar a participação da mulher na política e de desenvolvimento de ações em defesa dos direitos das mulheres em todos os níveis.

continua após publicidade

Essa tarefa está sob a coordenação da empresária Kellen Rocha Oliveira, que no final de outubro deste ano assumiu a presidência do MDB Mulher. Segundo Tiago Lima, partido tem cerca de 3 mil filiados em Apucarana, com um grande percentual de mulheres.

Kellen Oliveira diz que foi chamada pela executiva do partido para estruturar o MDB Mulher e assim vem fazendo, tendo reunido um grupo de mulheres, cada uma com sua característica e representatividade na sociedade. “Temos discutido muito como engajar as mulheres na política, tendo em vista que hoje é muito baixa a representatividade feminina em todas as esferas da política, inclusive em nossa Câmara Municipal, onde é menos de 10%”, observa Kellen.

continua após publicidade

Seguindo este raciocínio, ela defende que o maior partido do País, na sua avaliação, precisa aumentar a participação feminina na política para garantir a aprovação de políticas públicas femininas nas casas legislativas nas esferas municipal, estadual e nacional

“Nossa missão é despertar o interesse das mulheres para a vida pública e é por isso que o MDB Mulher de Apucarana vai atuar fortemente no seu empoderamento nos mais diferentes setores”, afirma. “Nós mulheres temos conquistado nosso espaço na sociedade do ponto de vista civil, profissional e econômico; nós conquistamos o direito ao voto, ao emprego e à independência; mas, infelizmente, a violência contra nós mulheres ainda é uma realidade assustadora em nosso País”, comenta.

Neste aspecto, Kellen lembra que nesta semana teve início em Apucarana a campanha de combate à violência contra as mulheres, com 16 dias de ativismo, promovida pela Secretaria Municipal da Mulher em conjunto com outras entidades. Ela vê a campanha como uma boa oportunidade para se refletir a situação em Apucarana e em todo o País.

Por, Edison Costa 

Tags relacionadas: #Apucarana #mulher #Política