Apucarana

Escolas reforçam cuidados para conter a Covid-19

Professores são orientados a mandar para casa alunos com sintomas gripais, informa o NRE de Apucarana

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Escolas reforçam cuidados para conter a Covid-19
fonte: TNonline

Diante do aumento de casos de Covid-19 nos municípios da região nas últimas semanas, o Núcleo Regional de Educação (NRE), de Apucarana, está ampliando as medidas para conter o contágio da doença nas 61 escolas de ensino regular nos 16 municípios de sua abrangência. Os professores são orientados a dispensar os alunos com sintomas gripais. Eles podem retornar às aulas após a apresentação de um teste negativo da doença e, mesmo assim, se ainda estiverem com sintomas, o uso de máscara será obrigatório.

continua após publicidade

O coordenador regional de biossegurança, Luiz Antonio Burim, explica que o NRE de Apucarana está seguindo uma nova norma técnica publicada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa-PR) sobre o assunto. A resolução nº 243 de 29 de março de 2022 torna obrigatório o uso de máscaras de proteção facial com total cobertura do nariz, boca e queixo “por indivíduos com sintomas de síndrome gripal, teste positivo, ou exposição a alguém com Covid-19 em ambientes abertos e fechados”.

Embora a norma não determineque os alunos nessa situação sejam dispensados, Burim assinala que os professores precisam adotar o “bom senso”. “Há um decreto vigente que libera a população do uso de máscaras no Paraná, mas nós orientamos todos os professores a mandar para casa os alunos com sintomas gripais. A gente não tem como saber se é um resfriado comum, uma gripe ou a Covid-19. Sem contar a questão da dengue, que também preocupa”, diz Burim.

continua após publicidade

Ele explica que o setor de educação mantém um protocolo rígido em relação ao assunto. Cada escola tem uma equipe própria de biossegurança e um educador chamado de “ponto focal”, que é responsável por monitorar qualquer suspeita. Quando isso acontece, a escola lança no Sere (Sistema Estadual de Registro Escolar) os casos suspeitos e depois os confirmados.

Nesta terça-feira (17),  eram13 casos de Covid-19 confirmados de alunos, 28 de professores e 8 de funcionários no NRE de Apucarana. Outros 14 alunos e 5 docentes estavam registrados no sistema como “casos suspeitos”.  

“Consideramos o número de casos pequeno, levando em conta que são 28.500 alunos, 2.800 professores e 700 funcionários nas 61 escolas regulares”, analisa chefe do NRE, Vladimir Barbosa da Silva. Os alunos, professores e funcionários com resultados positivos ficam isolados e só retornam às escolas após o fim do período de contágio.

continua após publicidade

Uma norma específica da Secretaria de Estado da Educação (Seed) – a nº 004/2022 -  também trata do assunto e determina, entre outros tópicos, o prazo de afastamento de professores e quando uma turma deve ser fechada por conta de um “surto” (três ou mais alunos com Covid-19 na turma, por exemplo).

REDE MUNICIPAL

A Autarquia Municipal de Saúde (AMS) e a Autarquia Municipal de Educação (AME), de Apucarana, também orientam a mandar as crianças para casa nos casos de sintomas gripais. Segundo o secretário Emídio Bachiega,  embora a norma fale em uso de máscaras, ele afirma que é importante que os pais levem as crianças para o médico, onde haverá o encaminhamento para o teste e a confirmação ou não da Covid-19.  

Por Fernando Klein

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News