POLíTICA

ATUALIZADA - Peemedebista reage a Joesley com vídeo e processos

GUSTAVO URIBE, MARINA DIAS E DANIEL CARVALHO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em tentativa de reagir às acusações feitas por Joesley Batista, Michel Temer acusou o sócio do grupo J&F de ser "o criminoso notório de maior sucesso na história brasileira" e afirmou que "criminosos não sairão impunes".

As críticas foram feitas em vídeo divulgado nas redes sociais e em processos ingressados pela defesa do presidente nesta segunda (19) contra o empresário por danos morais e crimes contra a honra: calúnia, difamação e injúria.

A ofensiva tem como objetivo atacar a credibilidade de Joesley e minimizar os efeitos das acusações às vésperas da apresentação pela Procuradoria-Geral da República de denúncia contra Temer.

O presidente acredita que as novas declarações serão usadas na denúncia contra ele. Em entrevista à revista "Época", divulgada na sexta-feira (16), Joesley disse que o presidente da República chefiava a maior organização criminosa do país.

Em ações nas áreas civil e penal, a defesa do peemedebista afirma que que o "único e exclusivo" propósito do empresário é "abalar a credibilidade do presidente" e faz críticas aos benefícios obtidos por ele em acordo de delação premiada fechado com o Ministério Público.

"[Joesley] conseguiu enriquecer com práticas pelas quais não responderá e mantém hoje seu patrimônio no exterior com o aval da Justiça. Imputa a outros os seus próprios crimes e preserva seus reais sócios", criticou.

Segundo o advogado Renato Oliveira Ramos, o real objetivo de Joesley foi "obter o perdão dos inúmeros crimes que cometeu, por meio de um generoso acordo de delação".

No vídeo divulgado, o peemedebista afirma que "apontam o dedo para outros tentando fugir da punição".

"Eu aviso aos criminosos que não sairão impunes. Pagarão o que devem e serão responsabilizados por seus ilícitos", disse.

Discuta aqui

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Topo