Economia

Mercado de dispositivos deve crescer 1,9% em unidades e 12,6% em valor, diz IDC

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O mercado de dispositivos (desktops, tablets e smartphones) no Brasil deverá apresentar um crescimento anual de 1,9% em 2022 em unidades. Já em valor, o avanço deve ser de 12,6%, gerando um total de US$ 22,9 bilhões no País na mesma base comparativa. Os números foram apresentados pela International Data Corporation (IDC), empresa de inteligência de mercado e consultoria para os mercado de tecnologia, em coletiva promovida nesta terça-feira, 8.

continua após publicidade

Para o mercado de servidores x86, a instituição projeta um crescimento de 5,5%, representando US$ 481 milhões em 2022, mostra o estudo IDC Predictions Brasil 2022.

Semicondutores

continua após publicidade

Globalmente, a análise aponta que o mercado de semicondutores deve apresentar melhora na disponibilidade de produtos em 2022. No entanto, ressalta que nos últimos anos, investimentos estão sendo feitos nos em fabricas de altíssima tecnologia - abaixo de 10nm (nanômetros).

Por isso, mercado brasileiro poderá sentir ainda algum impacto de atraso ou restrição nos produtos que utilizam chips de gerações anteriores e que não receberam aportes em períodos anteriores

A IDC estima que os segmentos de dispositivos e servidores sejam afetados pela possível escassez ou atraso de alguns componentes e produtos. A principal consequência desse cenário deve ser o incremento dos preços de produtos de TI. Com isso, pedidos e negócios envolvendo grandes volumes têm maior probabilidade de que suas entregas sejam parciais, complementa a consultoria.