ESTELIONATO

Empresário é preso acusado de dar golpe milionário no Amapá e Pará

img

Foto: Divulgação

O empresário Elton Felix Gobi Lira, de 33 anos, foi preso em Brasília na última semana e transferido para Belém. Ele atuava com consultoria e investimentos no Amapá e é acusado de ser responsável por golpes no Pará e Amapá em fundos de previdência, chegando a desviar em torno de R$ 1 milhão de suas vítimas.

Elton se passava  por economista e investidor, oferecendo aplicações com altos rendimentos (de 14% a 20% mensais) na Bolsa de Valores e garantia de retorno. Geralmente marcava reuniões em hotéis de luxo com suas vítimas. Além de não pagar a conta dos hotéis em que ficava, o empresário embolsava os investimentos e enviava falsos extratos da Bolsa para as vítimas.

As investigações da polícia comprovaram que além dos extratos, o diploma de economista e o registro de sua empresa na Bolsa de Valores eram falsos. Mesmo com a polícia em seu encalço, o empresário não parecia se preocupar em ser pego. Constantemente enviava mensagem para o Ministério Público Federal e Estadual com sua localização, além de zombar da polícia em postagem em suas redes sociais.

Elton foi autuado por estelionato, falsidade ideológica e fraude de documentação pública. 

Discuta aqui

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Topo