Arapongas

Arapongas registra 2.727 casos de dengue

Controle de Endemias divulgou nesta quinta-feira (30), a atualização dos dados epidemiológicos da dengue

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Controle de Endemias divulgou nesta quinta-feira (30), a atualização dos dados epidemiológicos da dengue
fonte: Pixabay
Controle de Endemias divulgou nesta quinta-feira (30), a atualização dos dados epidemiológicos da dengue

O Controle de Endemias divulgou nesta quinta-feira (30), a atualização dos dados epidemiológicos da dengue em Arapongas. Conforme o boletim nº 44 – de 19 a 25 de junho, a cidade registra: 6.314 notificações; 2.727 casos positivos; 40 casos em investigação; 3.547 negativos e três mortes.

continua após publicidade

Na semana anterior foram 6.027 notificações; 2.617 casos confirmados (sendo 2.585 autóctones e 32 importados); 43 casos em investigação; 3.367 casos negativos e três mortes. Na semana anterior: 5.312 notificações; 2.365 casos positivos; 51 em investigação; 2.896 negativos e três mortes. 

Paraná 

continua após publicidade

Dados do boletim epidemiológico nº 44, divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), por meio da Coordenadoria Estadual de Vigilância Ambiental, confirmam mais 5.528 novos casos e seis mortes de dengue no Paraná.

De acordo com o Informe de Arboviroses, que corresponde ao período sazonal da doença iniciado em 1º de agosto de 2021 e segue até julho de 2022, o Estado soma 65 óbitos, com 110.120 casos confirmados, 149.058 em investigação e 229.084 notificações.

Mortes

continua após publicidade

Os seis novos óbitos ocorreram entre os dias 2 de maio e 1º de junho de 2022. São cinco mulheres e um homem, com idades entre 48 e 87 anos. Três deles tinham comorbidades.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Cascavel (2), Rolândia (1), Ibiporã (1), São Jorge do Ivaí (1) e Maringá (1).  

Municípios

continua após publicidade

Dos 384 cidades com notificações, 353 tiveram casos confirmados e 314 registraram autoctonia, quando a dengue é contraída no município de residência

O mosquito Aedes aegypti também é responsável, além da dengue, pelo zika e chikungunya. Durante este período não houve registro de casos de zika e 22 casos de febre chikungunya foram confirmados, sendo seis autóctones e 16 importados. 

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News