Apucarana

Americano visita Apucarana e se surpreende ao descobrir parcelamento

Andrew Gallin, que é noivo da apucaranense Amanda de Lima, disse que não é comum parcelar compras no EUA; Entenda

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Incomum nos Estados Unidos, o americano Andrew Gallin ficou surpreso ao descobrir que compras podem ser parceladas durante sua estadia em Apucarana. Ele esteve pela primeira vez na cidade junto de sua noiva, a maquiadora Amanda de Lima, que vive há seis anos em Nova York. 

continua após publicidade

Ao saírem pelas ruas da Cidade Alta, Amanda filmou a reação do noivo gringo ao descobrir que no Brasil compras podem ser parceladas. "Vende por R$ 10 e pode 'cortar' 10 vezes. Pago R$ 1 por mês", diz Gallin no vídeo ao tentar explicar sua surpresa ao passear pelo centro da cidade. 

A filmagem foi feita em março, mas só agora Amanda compartilhou o vídeo no Reels, ferramenta do Instagram, rendendo 461 curtidas e mais de 6 mil visualizações. "Aqui não parcelamos compras.  Só em alguns lugares, como plano de telefone. Por isso, ele ficou surpreso", explica Amanda.

continua após publicidade

Andrew diz que gostou da iniciativa de parcelar. "Aqui não é comum parcelar. Em vez disso, você paga tudo com um cartão de crédito e depois paga a conta para a empresa de cartão de crédito por um tempo. Gostei da matemática fácil da parcela", ressalta. 

Ao lado de Amanda, Gallin se encantou pelo Lago Jaboti e por outros pontos turísticos, como o monumento do boné. "Apucarana é uma cidade com belas vistas. A minha favorita foi quando passamos pela ponte que passa sobre os trilhos do trem na Vila Regina. Gostei também de passear pelo Lago Jaboti e ver as capivaras", conta. 

Algo que chamou a atenção de Andrew foi o carro passando vendendo ovos e também as pessoas conversando em frente de suas casas. "O que achei diferente é  que as pessoas ficavam na frente de sua casa conversando, o que eu gostava. Também o carro de ovo, nunca tinha visto um", relata. 

continua após publicidade

O casal deve voltar para o Brasil em dezembro. "As pessoas são incrivelmente legais e vamos voltar no final do ano. Tantas pessoas foram amigáveis ​​e me deram bonés. Quero voltar também para poder comer os deliciosos doces, pão de queijo e outras delícias que minha sogra Marta de Campos faz", finaliza o americano. 

Veja o vídeo:

    null - Vídeo por: tnonline

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News